Quarta-feira, 17 de Março de 2010

Amor

Amor

 

Dois corpos suados

Epiderme translúcida de desejo

Gotículas de amor e paixão

Corpos suados, amor loucura

Amantes fugidios, desejo ardente

Destino cruel, amores separados

Amor sofrido âmago e dor

Tudo e nada…geograficamente perturbado p”la distancia

Dor finita, dois corpos num só

Espelhos, reflexo da existência, vivida

Destino marcado recicla emoções intensamente vividas,

Frustrada sangro e transpiro, grito calada ao vento

Reflexo de dor e amor contido, meramente vivido

Amantes fieis ao AMOR que os UNE

  

Manuela Bulcão 

 

publicado por poemasdaminhavida às 00:15
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Plenitude

. Odeio…

. O Labirinto

. Noite

. Mãe

. Cria da Bruma

. Cadáver

. ...

. Conceitos de Liberdade

. As escadas de São Bento

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds